segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

5 impressões que tive sobre a Tailândia





No final do ano passado viajamos para Tailândia e hoje gostaria de compartilhar com vocês 5 impressões que tive sobre esta aventura. São coisas simples que realmente me marcaram. Cada um tem uma experiência diferente quando visita um lugar. Nós mesmos, dentro do nosso grupo, tivemos impressões diferentes das mesmas coisas. E isso que acaba sendo o mais interessante pois gera muito assunto para as conversas. A Tailândia foi um país que nos marcou em diversos aspectos. Nessa viagem fomos "testados" de todas as maneiras, passando por coisas boas  até os perrengues totalmente inesperados! Colocamos nossa paciência à prova em diversas ocasiões e nos emocionamos também com muitas coisas que vimos por lá! 



1- O mar que quer "te abraçar"



O mar mais acolhedor que já entrei. A Tailândia tem uma água tão morna, tão quentinha que parece te abraçar logo quando você entra. Lembro que foi uma das coisas que mais senti assim que entrei no mar.


O verde é único, aquele esmeralda que você vê no cinema mesmo sabe? Mas a temperatura foi algo que me marcou!



2- Detalhes que impressionam


Os detalhes!
A riqueza de detalhes dos templos. Eu nunca vi nada igual até hoje. A arquitetura tailandesa é única e você perde horas e mais horas só olhando. Contemplando. Parece tudo muito surreal! É muito detalhe, muito esmero! Você tem a sensação que tudo foi estrategicamente planejado ( e deve ter sido mesmo, rs) , qua cada pedacinho de azulejo esta lá por alguma razão, para deixar o "todo" perfeito.


3- Frutas para os olhos "comerem" também





A variedade das frutas! Sim, sei que nós que somos do Brasil não deveríamos nos espantar tanto com isso, mas vi tanta fruta exótica, bonita, cheirosa na Tailândia que não poderia deixar de mencionar. Tudo pede para ser tocado, apreciado, cheirado, degustado. As frutas são tão bonitas que parecem até gravuras aos nossos olhos!



4- A modernidade inesperada

Comprando o ticket para o metr


A modernidade do metrô/skytrain de Bangkok. Mesmo conhecendo metros como o de Osaka, Londres, Paris, qua possuem uma extensão incrível, fiquei impressionada com o transporte na capital tailandesa. Tudo muito limpo, moderno, organizado. Não tem como se perder, a sinalização é clara e de fácil compreensão.



5- Momentos de descanso


A massagem tailandesa. A gente se arrependeu até hoje de não ter feito mais! Que deleite! Um passo ao paraíso em poucos minutos. A técnica tailandesa possui suas peculiaridades que a tornam única e mundialmente conhecida. Nossos pés agradeceram o mimo e pediram bis até o final da viagem! Se você for à Tailândia, não dispense uma massagem!



* Extra 


O famoso "banana pancake"

Este fato "extra" entra aqui pois foi algo que marcou especialmente à mim, talvez por ter uma irmã pequena. Nós tínhamos acabado de sair da festa de Ano Novo, isso era já umas 01:00 da manhã do dia 01/01/2015. Caminhamos famintos em busca de algum restaurante ou barraquinha para podermos comer algo antes de voltar para o hotel e nos deparamos com este pequeno "comércio". Tratava-se de uma família composta por pai, mãe e uma mocinha, que devia ter no máximo uns 12 anos. Os três trabalhando para atender os turistas e olho para o semblante da menina. Um ar meio triste mas conformado. Conformado pois creio que ela vê que é necessário ajudar os pais, que não há muita escolha. Lembrou minha irmã pois a última vez que a vi ela tinha a idade e as feições parecidas com essa pequena tailandesa.
Às vezes nos pegamos reclamando das pequenas coisas da nossa vida do tipo: "não vai dar para comprar aquela bolsa", ou "não vou conseguir colocar aquela roda no meu carro", "não vou poder comprar aquela base MARAAAA que lançou" e vendo essa menina, tão frágil mas tão forte diante da sua realidade me fez refletir. Estamos aqui no Japão e muitas vezes nos desacostumamos em ver criança trabalhando, coisa rotineira no Brasil. Ficamos meio "amortecidos" com a idéia, esquecemos o quanto isso é abusivo; aqui nossas crianças tem tudo, e quando voltamos para o nosso país, encaramos com cenas que nos partem o coração de primeira, mas acabam se tornando "normais" sendo que não são na verdade! Mas enfim, fica aqui uma pequena reflexão!


Nós vamos falar sobre a viagem mas em vídeo! Logo em breve!



Um beijo,

Amanda

6 comentários:

  1. Também tive essa impressão do mar estar nos abraçando, realmente a água é deliciosa né Amanda! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai nem me fale Yasmine, é a água mais maravilhosa que já entrei em toda minha vida!

      Excluir
  2. Ótima reflexão!

    Muitas vezes nos focamos tanto nos nossos "grandes problemas" e esquecemos de olhar ao redor.
    Não acho motivo de orgulho quando vejo uma criança trabalhando no Brasil, tal como muitos amigos acham, citando que o trabalho vai evitar que aquela criança se torne um adulto que vai cair na criminalidade, na verdade eu fico envergonhada e triste.
    Não era pra criança estar ali. Vejo isso como infância roubada pelos problemas sociais, infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Me parte o coração não ver estas crianças aproveitando a infância como uma criança qualquer...

      Excluir
  3. Mto legal o post. Moro no Brasil e vou conhecer a Tailândia em abril. Mto interessantes as impressões da Amanda. Já estou gostando do que irei ver. Rs Alguém conhece um bom seguro viagem? Bjs, Cibele.

    ResponderExcluir
  4. Estas frutinhas me deixaram c/ água na boca. Rs Gosto de frutas e adoro experimentar coisas novas. Pretendo conhecer a Tailândia no ano que vem. A Cibele perguntou sobre seguro, essa empresa www.touristcard.com.br , tem planos mto bons! bj Mariana

    ResponderExcluir

Olá! Deixe seu comentário, críticas ou sugestões para nós! É muito importante saber sua opinião!!
Muito obrigada por sua visita!