domingo, 1 de dezembro de 2013

Alma sebosa

O que nem remédio cura!

"- Oi Maria! Nossa faz tempo que a gente não se fala né?! Uns 6 meses talvez?! Adivinha menina! Emagreci 15 kg! Acredita?!

- Nossa 15kg Antônia?! O que você andou tomando?! Certeza que foram um monte de medicamentos! 

- Não Maria! Estou fazendo reeducação alimentar com nutricionista e vou à academia todos os dias!

-Reeducação alimentar?! Isso não funciona, esquece! Já tentei e não dá certo! Não dou 6 meses para você engordar tudo de novo e pior, mais ainda!"

...


"- José! Cara, quanto tempo! Como você tá?

-Tô super bem, subi de cargo na empresa e agora sou gerente!

- É mesmo?! Quem você teve que puxar saco hein malandro?!

- Ninguém Marcos! Fiz uns cursos e me esforcei bastante!

- Que bom! Parabéns!

Marcos ao chegar em casa:

- Oi amor! Como foi seu dia?

- Encontrei o José lembra dele?!

- Lembro sim, como ele está?

- Disse que foi promovido, aquele puxa saco de chefe! Na certa deve ter pago para votarem nele como chefe na última reunião! Não duvido! Aquele lá como gerente? Onde já se viu! Absurdo!"


...


"- Marcela disseram-me que vão me mudar de setor no trabalho, fiquei preocupada, o que você acha?!

- Ixi! Mônica com certeza você vai se ferrar por lá! Só tem cobra! 

- Credo Marcela nem parece que você é minha amiga de mais de 10 anos! 

- Por ser sua amiga mesmo que tô te avisando! Se prepara que você vai ter dor de cabeça todo santo dia! O chefe de lá é o pior que tem e com certeza você vai odiar as pessoas ao seu redor!"


...

"- Oi Cláudia! Olha só este blazer pink que comprei numa pechincha menina!

- Credo! Que horroroso! Quem que usa blazer pink hoje em dia?!

- Você não gostou?! Eu achei tão lindo!!

- Gosto é gosto né, mas eu jamais usaria!

10 minutos depois, na casa de Cláudia:


- Preciso descobrir onde que a Jéssica comprou aquele blazer!!!!! Eu tenho que achar um mais bonito!"


...

Alguém já ouviu falar de "alma sebosa"? Hahaha! Pois é, ouvindo o podcast Papo de Gordo - Especial de Aniversário uma das integrantes contou uma história curta mas bem interessante. A Maira comentou que ela tinha ido visitar uma amiga que trabalhava como assistente social em um hospício. Neste dia, conversando com a amiga em um corredor ela não pode deixar de notar uma outra conversa paralela que ocorria ali pertinho! Uma outra assistente social estava chorando e sendo consolada por um dos doentes mentais da instituição. E ele falava:

"Chora não doutora! Chora não!"

A profissional estava aos prantos pois havia sido maltratada por uma paciente. Vendo a situação, o doente concluiu:

"Doutora, a gente que é doido toma remédio e melhora! Fica bom! Aquela lá não tem remédio que cure não doutora porque a alma dela é sebosa!"

Fiquei refletindo por horas sobre isso, até comentei com a Silvia. E como tem gente assim neste mundo! De espírito "seboso". Que não há bondade no mundo que consiga remover aquele "tiquinho" de sebo lá no fundo sabe?!  Gente que não sente somente a boa e velha inveja, mas sim, prazer em ver o outro mal. Que tem um fascínio de querer sempre te puxar para baixo! E não importa se é um conhecido qualquer seu, amigo, irmão, mãe... É aquela pessoa que parece que nunca consegue agregar algo de bom por simplesmente não entender o que acontece consigo mesmo e prefere atingir o que tiver mais perto.
Todo mundo alguma vez, em algum momento já julgou o próximo de uma maneira ou outra. Seja inconscientemente ou muito consciente. O fato e o que separa o "julgar" e o "fazer o mal" é a capacidade de conseguir entender ambas as coisas. Às vezes você critica uma pessoa "na moral", "sendo amiga", "sendo irmã", "sendo prima" , etc. Se a pessoa decide mudar de trabalho, na hora você lança um "boa sorte" mas no fundo pensa "coitado, tá maluco de largar um emprego tão bom!" .
Só que se você pensar beeeeeeeeeeeeeeeem mais lá no fundo, o que te incomoda mesmo não é a inveja do seu amigo ter conseguido um emprego melhor. De ele ter escolhido mudar. O que te incomoda na real é a sua situação. E isso reflete nos seus pensamentos.  Independente se ele escolheu mudar de emprego, casar ou ter um filho, a sua crítica para a "coragem" dele na verdade pode se resumir na sua frustração de ver que a sua vida não está progredindo de uma forma ou de outra. E isso sim machuca muito mais do que qualquer sentimento de inveja. 
Que atire a primeira pedra quem nunca se sentiu estagnado?! Que ficou feliz por um amigo ter decidido casar mas triste por ver que a própria vida não progride como gostaria. Pois é! Estes sentimentos, contraditórios muitas vezes, são normais, nós como ser humano estamos sentindo coisas, conflitos e sensações a todo momento. E para melhorar basta sempre ir mais a fundo, mergulhar, encontrar as respostas dentro de si e vir à tona novamente com as idéias transformadas. Super válido e saudável estes momentos de introspecção. 

A alma sebosa não tem isso. 


Ela não quer saber de mergulhar em p**** nenhuma. Afinal, ela sempre tá certa! Quem é errado é o outro. Ela sempre sabe tudo, sempre conhece tudo, sempre já provou de tudo. É espertona, diz com desdém que o dela é sempre melhor e o seu? Bem o seu você já sabe né?! Tem o melhor carro, o melhor filho, o melhor marido. Cozinha que é uma maravilha e te critica se você preferir comer "diferente" do que ela considera certo. E vai conversar com a alma sebosa?! Sem chance! Ela vai achar que você deve estar louca querendo dar conselho para ela! Ou pior, criticando alguma atitude dela!

Pois é. Alma sebosa.

Presentes sempre, de um jeito ou de outro. 


Se tem salvação? Não sei, só sei que tem lugares e pessoas que precisam mais da minha atenção do que estas almas. Então se alguma cruzar o seu caminho, lembre-se deste post, da "alma sebosa" dê risada e direcione sua energia para quem ou  o que realmente merece! 

Bom começo de mês à todos!

4 comentários:

  1. ehhhhh Amanda lendo seus posts lembrei da fabrica, do Japao direitinhu!! Ou tempinhu ruim da minha vida!! No Japao eu aprendi o quanto tem brasileiro ruim nessa vida! Qtas vzs eu tava na fabrica e tinha umas colegas de servico q via q alguem tava fazendo entrevista, ou jah trabalhando e falava assim: nossa vou judiar daquela menina pq se ela entrar vai acabar com nosso zanguio! Pode deixar comigo q eu faco a cabeca dela falando q ela nao vai conseguir dar conta da esteira...
    No Japao a pessoa é sua amiga se ela estiver no mesmo nivel q vc! Se vc melhorar ou ganhar mais, ter um carro melhor , com certeza ela vai ter inveja de vc! EH batata! E faz ate cabeca de chefe japones pra ferrar vc!!
    Outro exemplo é uma menina q foi minha amigona q tambem é gorda igual eu... Ela via q eu tava fazendo regime, sabe o q a filha da p.. fazia? Ela trazia bombons e chocolates pra mim e falava assim: q amiga q é amiga tem q engordar junto!
    Eh infelizmente soh tenho lembrancas ruins do Japao, soh convivi com almas sebosas... Gracas a Deus aqui no Brasil as coisas sao um pouco melhor...

    ResponderExcluir
  2. Amei o post Amanda!
    E infelizmente sempre tem alguma "alma sebosa" por perto né?!
    O negócio é como vc disse, rir e direcionar a nossa boa energia pra quem merece!
    Beijos queridona

    ResponderExcluir
  3. Oi Amanda que texto legal,faz a gente ver que o mundo nao é perfeito ..infelizmente,que nao importa onde vá sempre terá pessoas ruins em volta.
    =/
    Eu tenho receio de me mudar para cidade com muitos brasileiros,e nao saber ''lidar'' com essas pessoas,sempre convivi com pessoas boas no Brasil cheguei aqui fiquei muito triste de ver q nada é como ja foi um dia la no Brasil,que ainda tenho qe aprender muito nessa vida.Espero que eu conviva com pessoas auto astral,que nao deseja mal aos outros.

    beijos beijos

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do seu texto, deus nos livre e guarde dessas almas sebosas!! Beijos!

    ResponderExcluir

Olá! Deixe seu comentário, críticas ou sugestões para nós! É muito importante saber sua opinião!!
Muito obrigada por sua visita!